BRASIL CRIA SISTEMA NACIONAL DE CONTROLE DE MEDICAMENTOS


A popular “raspadinha”, a inviolabilidade das embalagens e a identificação do número do lote nas transações comerciais foram insuficientes para deter o contrabando e falsificação de medicamentos. A prova disso foi a apreensão de 130 toneladas de produtos sem registro e em condições ilegais feita no ano passado pela Vigilância Sanitária em todo o pais . No último dia 14 de janeiro, a Presidência da República sancionou a Lei Federal 11.903, que cria o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos, que tem como objetivo monitorar desde a produção até o consumo final do medicamento brasileiro, dificultando assim a pirataria de remédios no país. O sistema será implantado no prazo de três anos. Por enquanto esse programa ainda é uma incógnita, impedindo que as entidades do setor farmacêutico possam se posicionar mais claramente sobre o impacto que o sistema vai causar.


Maiores Informações